Deposição e acúmulo de matéria seca e nutrientes em serapilheira em um bosque de sabiá (Mimosa caesalpiniifolia Benth.)



Título del documento: Deposição e acúmulo de matéria seca e nutrientes em serapilheira em um bosque de sabiá (Mimosa caesalpiniifolia Benth.)
Revue: Revista Arvore
Base de datos: PERIÓDICA
Número de sistema: 000285595
ISSN: 0100-6762
Autores: 1




Instituciones: 1Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, Pernambuco. Brasil
Año:
Periodo: Ene-Feb
Volumen: 31
Número: 1
Paginación: 7-12
País: Brasil
Idioma: Portugués
Tipo de documento: Artículo
Enfoque: Experimental, analítico
Resumen en inglés Quantification of litter deposition and organic mantle accumulation are important steps on nutrient cycling studies. This study aimed to quantify litter deposition and organic mantle in a sabiá (Mimosa caesalpiniifolia Benth) woodlot in an experimental farm in the Brazilian northeast region. Twenty 0.50 x 0.50 x 0.15 m wood collectors, to quantify litter deposition, were systematically distributed over the area elevated 30 cm above the soil. Deposited material was collected monthly from October 2000 to September 2001, and separated into leaves, twigs, flowers, pods and mixed portions. Undecomposed organic mantle was randomly sampled nearby collector boxes, to a total of 20 monthly samples, from which a 0.30 x 0.30 m composed sample was collected. The collected material was also hand separated into leaves, twigs, flowers, pods and mixed portions. All collected material was dried at 60°C until constant weight was achieved. Highest monthly litter deposition and leaf and pod fractions occurred in October, probably due to initiation of dry period. Litter deposition and stock were estimated at 7830.44 kg.ha-1.year-1 and 8906.9 kg.ha-1, respectively, with the leaf fraction dominating. Leaf fraction was the richest in nutrient content
Resumen en portugués A quantificação da deposição de serapilheira e o acúmulo de manta orgânica são etapas importantes dos estudos de ciclagem de nutrientes. Com esse fim, objetivou-se quantificar a deposição de serapilheira e o acúmulo de manta orgânica em um povoamento de Sabiá (Mimosa caesalpiniifolia Benth.), no campo experimental pertencente à Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária - IPA, Itambé, PE. Para quantificação da serapilheira foram utilizados 20 coletores de madeira de 0,50 x 0,50 x 15 cm, à distância do solo de 30 cm, distribuídos sistematicamente na área. O material depositado foi coletado mensalmente no período de outubro/2000 a setembro/2001. O material colhido em cada coletor foi separado em folhas, galhos, flores, frutos e miscelânea. A manta orgânica não decomposta sobre o solo foi amostrada, ao acaso, nas proximidades da caixa coletora, obtendo-se 20 amostras mensais. De cada amostra foi retirado o material contido numa área de 30 x 30 cm. O material colhido foi separado em folhas, flores, frutos, miscelânea e galhos. As amostras foram levadas à estufa a 60 º C no período de 48 horas até peso constante. A deposição mensal de serapilheira e frações folha e legume ocorreu em outubro, provavelmente devido ao início do período seco. A deposição e o estoque de serapilheira foram estimados em 7830,44 kg.ha-1.ano-1 e 8906.9, kg.ha-1, respectivamente, com a fração folha dominando. A fração folha apresentou os maiores teores de nutrientes
Disciplinas: Agrociencias,
Biología
Palabras clave: Silvicultura,
Suelos,
Ecología,
Ingeniería forestal,
Mimosa caesalpiniifolia,
Materia orgánica,
Ciclo del carbono,
Bosques tropicales,
Nutrientes,
Descomposición,
Brasil,
Leguminosas arbóreas,
Hojarasca,
Decomposition
Keyword: Agricultural sciences,
Biology,
Silviculture,
Soils,
Ecology,
Forest engineering,
Mimosa caesalpiniifolia,
Leguminous trees,
Organic matter,
Carbon cycle,
Tropical forests,
Nutrients,
Brazil,
Litter
Texte intégral: Texto completo (Ver HTML)