Neurociencias e psicanalise: ha possibilidade de articulacao?



Título del documento: Neurociencias e psicanalise: ha possibilidade de articulacao?
Revue: Psicologia clinica
Base de datos: CLASE
Número de sistema: 000281664
ISSN: 0103-5665
Autores: 1
Instituciones: 1Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora, Minas Gerais. Brasil
Año:
Volumen: 18
Número: 1
Paginación: 15-26
País: Brasil
Idioma: Portugués
Tipo de documento: Artículo
Enfoque: Analítico
Resumen en inglés There is a contemporary proposal to increase the interdisciplinary work between the psychoanalysis and the neuroscience fields, wich purpose is to facilitate the integration of both of them. In this paper I examine critically the question about a minimum possibility of articulation between these domains of knowledge, and my starting point are the epistemological presuppositions that are in their specific bases. These thoughts encompass so my psychoanalyst's perspectives like the theorethical instrumental of a pragmatic perspective about science, wich have been unfolded in a vast literature about philosophy/sociology of natural sciences in the last decades
Resumen en portugués Existe uma proposta contemporânea de promover o trabalho interdisciplinar entre os campos da psicanálise e das neurociências, visando favorecer a integração entre ambas. Neste artigo, examino criticamente a questão de haver ou não uma possibilidade mínima de articulação entre esses domínios de conhecimento, a partir dos pressupostos epistemológicos que servem de base a cada um deles. Tal reflexão envolve tanto a minha perspectiva de psicanalista quanto o instrumental teórico que nos é oferecido por uma visão pragmática da ciência, a qual tem se desdobrado numa ampla literatura de filosofia/sociologia das ciências naturais nas últimas décadas
Disciplinas: Psicología,
Medicina
Palabras clave: Psicoanálisis,
Neurología,
Neurociencias,
Ciencia,
Objetividad,
Paradigmas
Texte intégral: Texto completo (Ver HTML)