Renúncia ao percurso ininterrupto da intenção: notas sobre as relações entre a teoria do conhecimento, pensamento mimético e crítica literária no ensaísmo benjaminiano



Título del documento: Renúncia ao percurso ininterrupto da intenção: notas sobre as relações entre a teoria do conhecimento, pensamento mimético e crítica literária no ensaísmo benjaminiano
Revue: Kinesis (Marilia)
Base de datos: CLASE
Número de sistema: 000409054
ISSN: 1984-8900
Autores: 1
Instituciones: 1Pontificia Universidade Catolica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro. Brasil
Año:
Periodo: Jul
Volumen: 5
Número: 9
Paginación: 216-231
País: Brasil
Idioma: Portugués
Tipo de documento: Artículo
Enfoque: Analítico
Resumen en inglés Based on the idea that Walter Benjamin’s essays became more powerful and illuminated when read together, this essay intends, from the Adornian motto about the arrangements of the essayist – “among which the availbility of who, like a child, is not embarrased of being enthusiastic about what others have already done” – introduce a reading of Berlin Childhood around 1900, trying to establish connections, sometimes implicit sometimes explicit, between this book and other works of the author, such as the essay about the doctrine of the similar. In this way we intend to show that the notion of mimesis, discussed in its complexity, may provide an important key of lecture to understand the most cloudy moments of benjamin’s essays, such as an decisive moment of the work about German tragic drama
Resumen en portugués Tendo como fio condutor a ideia de que os ensaios de Walter Benjamin potencializam-se e se iluminam quando lidos em conjunto, este ensaio pretende, a partir da divisa adorniana a respeito das disposições do ensaísta – “entre as quais a disponibilidade de quem, como uma criança, não tem vergonha de se entusiasmar com o que os outros já fizeram” – apresentar uma leitura de Infância Berlinense: 1900, procurando estabelecer os contatos, ora implícitos ora explícitos, entre esse livro e outros trabalhos do autor, como o ensaio sobre a doutrina das semelhanças. Com esse percurso pretenderemos demonstrar que a noção de mímesis, discutida em sua complexidade, pode fornecer uma chave de leitura importante para se compreender momentos mais turvos do ensaísmo benjaminiano, entre os quais, um momento decisivo do livro sobre o Drama Barroco
Disciplinas: Filosofía
Palabras clave: Estética,
Gnoseología,
Doctrinas y corrientes filosóficas,
Teoría del conocimiento,
Pensamiento,
Mimesis,
Benjamin, Walter,
Teoría crítica,
Escuela de Frankfurt,
Marxismo,
Ensayo
Texte intégral: Texto completo (Ver PDF)