Emergências globais do clima: soberania e a geopolítica ambiental Sul-Americana



Título del documento: Emergências globais do clima: soberania e a geopolítica ambiental Sul-Americana
Revue: Conjuntura austral
Base de datos: CLASE
Número de sistema: 000486301
ISSN: 2178-8839
Autores:
Año:
Periodo: Oct-Dic
Volumen: 10
Número: 52
Paginación: 59-79
País: Brasil
Idioma: Portugués
Tipo de documento: Artículo
Enfoque: Analítico, descriptivo
Resumen en inglés Environmental securitization has sparked global discussions and because of this macro aspect, regional issues are not always properly considered. In this sense, the question is: can a South American regional security complex be efficient and effective in putting together agendas suitable for the protection of socio-biodiversity? The aim is to investigate the existence of regional defense mechanisms and strategies capable of understanding securitization processes and, above all, the interests that involve environmental discussions on the international scene. The creation of the regional defense dimension in environmental matters is essential for the formation of an autonomous and strategic defense thought given the geostrategic, geopolitical and geoeconomic relevance of the Amazon. Based on a pragmatic-systemic epistemological matrix, given the systemic-complex relationship that surrounds the theme, an interdisciplinary, bibliographical and documentary research approach is adopted for better understanding. In the end it was demonstrated that the formation of a Regional Security Complex in South America presents itself as a possibility to bring together similar agendas in a concert of wills capable of producing norms and agreements that meet the region's endogenous environmental needs, using dialogue forums such as the Amazon Cooperation Treaty Organization /ACTO and mechanisms such as the South American Defense Council
Resumen en portugués A securitização ambiental tem despertado discussões em âmbito global e, em razão desse aspecto macro, nem sempre questões regionais são devidamente consideradas. Nesse sentido, questiona-se: um complexo regional de segurança sul-americano pode ser eficiente e eficaz em reunir agendas aptas à proteção da sociobiodiversidade? Pretende-se investigar a existência de mecanismos e estratégias de Defesa regionais capazes de compreender os processos de securitização e, sobretudo os interesses que envolvem as discussões ambientais no cenário internacional. A criação da dimensão regional de defesa em matéria ambiental é essencial para a formação de um pensamento autônomo e estratégico de Defesa dada a relevância geoestratégica, geopolítica e geoeconômica da Amazônia. Partindo de uma matriz epistemológica pragmático-sistêmica, dada a relação sistêmico-complexa que envolve o tema, adota-se para melhor compreensão, uma abordagem de pesquisa interdisciplinar, bibliográfica e documental. Demonstrou-se ao final que a formação de um Complexo Regional de Segurança na América do Sul apresenta-se como uma possibilidade de reunir agendas semelhantes em um concerto de vontades capazes de produzir normas e acordos que atendam às necessidades endógenas da região em matéria ambiental, valendo-se de fóruns de diálogo como a Organização do Tratado de Cooperação Amazônica/OTCA e de mecanismos como o Conselho de Defesa Sul-Americano
Disciplinas: Relaciones internacionales
Palabras clave: Política internacional,
América del Sur,
Cambio climático,
Geopolítica ambiental,
Organización del Tratado de Cooperación Amazónica (OTCA),
Seguridad regional,
Clima
Texte intégral: Texto completo (Ver HTML)