Diversity and genetic structure in natural populations of Geonoma schottiana Mart (Arecaceae): implications for conservation



Título del documento: Diversity and genetic structure in natural populations of Geonoma schottiana Mart (Arecaceae): implications for conservation
Revue: CERNE
Base de datos: PERIÓDICA
Número de sistema: 000337223
ISSN: 0104-7760
Autores: 1
2
3
Instituciones: 1Universidade Federal de Vicosa, Departamento de Ciencias Florestais, Vicosa, Minas Gerais. Brasil
2Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Departamento de Agropecuaria, Natal, Rio Grande do Norte. Brasil
3Universidade Federal de Lavras, Departamento de Ciencias Florestais, Lavras, Minas Gerais. Brasil
Año:
Periodo: Abr-Jun
Volumen: 17
Número: 2
Paginación: 195-201
País: Brasil
Idioma: Inglés
Tipo de documento: Artículo
Enfoque: Aplicado, descriptivo
Resumen en inglés Geonoma schottiana is an underbrush palm which is found in high densities in tropical forests. This species is known for having an asynchronous fruit producing pattern, over all seasons of the year, thus being an important food source for frugivores. This work aims to determine the diversity and spatial genetic structure of two natural populations, referred to as MC I and MC II, of which 60 individuals were sampled, in Poço Bonito Biological Reserve, Lavras, Minas Gerais state. Results of 10 polymorphic isozyme loci indicated a high genetic diversity for the species (Ĥe = 0.428 and Ĥo = 0.570), with an mean number of alleles per locus of 2.0. Estimates of Cockerham’s coancestry coeffi cients indicated an absence of intrapopulation (f ˆ = -0.343) and interpopulation inbreeding (Fˆ = -0.161), suggesting that on average populations are not endogamous. A high genetic divergence was found between populations (θˆp = 13.5%), in comparison to most tropical species (<5%). Consequently, the estimated historical gene fl ow was low ( m Nˆ = 0.40). The analysis of spatial distribution of G. schottiana genotypes in MCI revealed a random distribution of genotypes. The high genetic diversity indices found suggest that the populations in question favor in situ genetic conservation, consequently favoring the conservation of riparian environments
Resumen en portugués Geonoma schottiana é uma palmeira de sub-bosque com alta densidade em fl orestas tropicais. A espécie se destaca pela assincronia na produção de frutos durante todas as estações, sendo uma importante fonte de alimento para animais frugívoros. Objetivou-se, com este trabalho, determinar a diversidade e a estrutura genética espacial de duas populações naturais, MC I e MC II, em que foram amostrados 60 indivíduos, na Reserva Biológica do Poço Bonito, em Lavras, Minas Gerais. Os resultados dos 10 locos isoenzimáticos polimórfi cos indicaram alta diversidade genética para a espécie (Ĥe = 0,428 e Ĥo = 0,570), com número médio de alelos por loco igual a 2,0. As estimativas dos coefi cientes de coancestralidade de Cockerham indicaram ausência de endogamia dentro (f ˆ = -0,343) e também para o conjunto das populações (Fˆ = -0,161), sugerindo que, em média, as populações não são endogâmicas. Foi encontrada uma alta divergência genética entre populações (θˆp = 13,5%), quando comparada com a maioria das espécies tropicais (<5%). Consequentemente, o fl uxo gênico histórico estimado foi baixo ( m Nˆ = 0,40). A análise da distribuição espacial dos genótipos de G. schottiana na MCI revelou que a distribuição dos genótipos é aleatória. Os altos índices de diversidade genética detectados sugerem que as populações estudadas são favoráveis à conservação genética in situ e, consequentemente, dos ambientes ciliares
Disciplinas: Biología
Palabras clave: Angiospermas,
Genética,
Bosques tropicales,
Estructura genética,
Diversidad genética,
Aloenzimas,
Conservación genética,
Geonoma schottiana,
Arecaceae
Keyword: Biology,
Angiosperms,
Genetics,
Tropical forests,
Genetic structure,
Genetic diversity,
Allozymes,
Genetic conservation,
Geonoma schottiana,
Arecaceae
Texte intégral: Texto completo (Ver PDF)