Normas, idéias e agência humana no campo teórico das relações internacionais – Parte I



Título del documento: Normas, idéias e agência humana no campo teórico das relações internacionais – Parte I
Revue: Cena internacional
Base de datos: CLASE
Número de sistema: 000336938
ISSN: 1518-1200
Autores:
Año:
Volumen: 10
Número: 2
Paginación: 11-36
País: Brasil
Idioma: Portugués
Tipo de documento: Artículo
Enfoque: Analítico, descriptivo
Resumen en inglés The aim of this article is to compose and report the application of a theoretical model for the analysis of the argumentative behaviour of non-state actors, both in public debates and diplomatic negotiations, and their usage of practical and theoretical discourses based on norms and ideas linked to the values comprised in the constitutional structures of modern international society. Thus, it explores the methodological and epistemological contributions to International Relations Theory brought by the authors identified with social constructivism, mainly in its habermasian trend. Being divided in two parts, the first part of the article aims at identifying, through the lenses of social constructivism, the roots of contemporary international institutionalization, with its norms, ideas and values, which serve as the basis for the performance of communicative action by non-state actors in the realm of international politics. The second part, to be published, focuses on the composition of the model and on the report of its application in the construction of international institutionalization
Resumen en portugués Este artigo tem como objetivo compor e relatar a aplicação de um modelo teórico para a análise dos comportamentos argumentativos de atores não-estatais, no plano dos debates públicos plurais e das negociações diplomáticas, em suas estratégias de articulação de discursos práticos e teóricos erigidos a partir de normas e idéias ligadas aos valores arraigados nas estruturais constitucionais da moderna sociedade internacional. Para tanto, explora as contribuições trazidas ao plano da Teoria das Relações Internacionais, em termos metodológicos e epistemológicos, pelos autores identificados com a agenda de pesquisas construtivista social, notadamente de seus desenvolvimentos de viés habermasiano. Sendo dividido em duas partes, a primeira visa a identificar, pelas lentes do construtivismo social, o alicerce institucional internacional – com suas, normas, idéias e valores – que serve de fundamento para a ação comunicativa dos atores não-estatais no plano político internacional. A segunda parte, a ser publicada posteriormente, tratará da composição do referido modelo e o relato de sua aplicação em fenômenos ligados aos processos de construção institucional internacional
Disciplinas: Relaciones internacionales
Palabras clave: Historia y teorías de las relaciones internacionales,
Constructivismo social,
Organismos internacionales,
Acción comunicativa,
Actores no estatales,
Actores internacionales
Texte intégral: Texto completo (Ver PDF)