"Comida do sítio, comida de festa": apropriações e usos alimentares do miriti nos contextos rural e urbano de Abaetetuba, Pará



Título del documento: "Comida do sítio, comida de festa": apropriações e usos alimentares do miriti nos contextos rural e urbano de Abaetetuba, Pará
Revista: Acta scientiarum. Human and social sciences
Base de datos: CLASE
Número de sistema: 000446757
ISSN: 1679-7361
Autors: 1
2
1
Institucions: 1Universidade Federal do Para, Nucleo de Ciencias Agrarias e Desenvolvimento Rural, Belem, Para. Brasil
2Instituto Federal de Educacao, Ciencia e Tecnologia do Para, Belem, Para. Brasil
Any:
Període: Jul-Dic
Volum: 38
Número: 2
Paginació: 143-151
País: Brasil
Idioma: Portugués
Tipo de documento: Artículo
Enfoque: Analítico, crítico
Resumen en inglés Eating, beyond a biological act, is a cultural act, result from the appropriation of natural resources that, transformed into food, gain the identity of the group that appropriates them. Thus, this study aimed to know the appropriations and food uses of buriti fruit in rural and urban contexts in Abaetetuba, state of Pará, municipality known as the ‘world capital of miriti’. To conduct the research, we used questionnaires, non-directive interviews and participant observation, performed with riverine people on Sirituba Island, rural area of the municipality and with mingauleiros of miriti at the ‘edge’ of Abaetetuba and cooks of the food court of the two latest editions of Miriti Fest. The food uses of buriti fruit were recorded both in the rural context, where it is considered ‘farm food’ and is part of all meals, contributing significantly to food security and sovereignty of the riverine people, and in the urban context, where it is consumed in the day-to-day mainly in form of porridge and, reframed, it becomes a ‘party food’ during Miriti Fest. Thus, we conclude that the buriti fruit is part of the food heritage of Abaetetuba, constituting as ‘food of all’, since it goes beyond the boundaries of the municipality
Resumen en portugués Comer, para além de um ato biológico, é um ato cultural, resultado da apropriação de recursos da natureza que, transformados em comida, ganham a identidade do grupo que deles se apropria. Assim, objetivamos com esse paper conhecer as apropriações e usos alimentares do fruto de miriti no contexto rural e urbano em Abaetetuba, Pará, munícipio conhecido como ‘capital mundial do miriti’. Para a condução da pesquisa, utilizamos a aplicação de questionários, entrevistas não diretivas e observação participante, realizadas com ribeirinhos na Ilha Sirituba, zona rural do município e com mingauleiros de miriti da ‘beira’ de Abaetetuba e cozinhas na praça de alimentação das duas últimas edições do Miriti Fest. Os usos alimentares do fruto foram registrados tanto no contexto rural, onde é considerado ‘comida do sítio’ e integra todas as refeições, contribuindo significativamente para a segurança e soberania alimentar dos ribeirinhos, quanto no contexto urbano, onde é consumido no dia a dia, principalmente na forma de mingau, e, resignificado, torna-se ‘comida de festa’ durante o Miriti Fest. Assim, concluímos que o miriti faz parte do patrimônio alimentar de Abaetetuba, constituindo-se como ‘comida de todos’, uma vez que ultrapassa as fronteiras do município
Disciplines Antropología,
Sociología
Paraules clau: Antropología de la cultura,
Sociología urbana,
Sociología rural,
Hábitos alimenticios,
Identidad,
Patrimonio cultural,
Vida cotidiana,
Brasil
Text complet: Texto completo (Ver PDF)