A questão agrária nos livros didáticos de geografia: uma análise da mercantilização do livro



Título del documento: A questão agrária nos livros didáticos de geografia: uma análise da mercantilização do livro
Revista: Org & demo
Base de datos: CLASE
Número de sistema: 000470964
ISSN: 1519-0110
Autors: 1
2
Institucions: 1Universidade de Pernambuco, Petrolina, Pernambuco. Brasil
2Secretaria Municipal de Educacao, Prefeitura Municipal de Petrolina, Petrolina, Pernambuco. Brasil
Any:
Període: Jul-Dic
Volum: 18
Número: 2
Paginació: 45-54
País: Brasil
Idioma: Portugués
Tipo de documento: Artículo
Enfoque: Descriptivo
Resumen en español Tudo em um estado capitalista é mercadoria, especialmente a força de trabalho, fonte da riqueza. Assim, para que o princípio de mercadoria materialize-se, o trabalho como realização e valor de uso passa a ser substituído pelo valor de troca num processo constante de alienação. Para naturalização desse fato, o espaço formativo passa a ser capturado como canal importante de dominação e controle de ideias com vistas à proliferação do sistema. Dentro dessa perspectiva, cria-se uma indústria voltada especificamente para produzir livros didáticos como peça da engrenagem de produção e reprodução do ideário burguês. Nesse contexto, a presente pesquisa tem por objetivo analisar a inserção da questão agrária nos livros didáticos de geografia na educação básica, assim como a intenção da abordagem relativa à concentração de terra nos referidos instrumentos pedagógicos. Palavras chave: livro didático, questão agrária, editora, camponês, campo
Resumen en inglés All in a capitalist state is merchandise, especially the work force, an effective source of wealth. Accordingly, in order that the principle of merchandise is embedded, the work --- as fulfillment and value of use --- is replaced by the exchange value in a constant process of alienation. For the naturalization of this fact, the training space happens to be captured as an important channel of domination and control of ideas aiming the proliferation of the system. Within this perspective, it is created an industry openly geared to produce textbooks for the purpose of production and reproduction of the bourgeois political ideology. In this context, this paper intends to analyze the inclusion of the agrarian issue on textbooks of geography within basic education, as well as the intention of the approach to the concentration of land on these teaching tools
Disciplines Educación
Paraules clau: Sociología de la educación,
Libros didácticos,
Mercantilización,
Editoriales,
Campesinos,
Geografía,
Educación básica,
Brasil
Text complet: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/orgdemo/article/view/7584