Análise interdisciplinar da questão mineral e suas barragens de rejeito



Título del documento: Análise interdisciplinar da questão mineral e suas barragens de rejeito
Revista: DRd - Desenvolvimento regional em debate
Base de datos: CLASE
Número de sistema: 000481847
ISSN: 2237-9029
Autors: 1


Institucions: 1Universidade de Sao Paulo, Sao Paulo. Brasil
Any:
Període: Ene-Dic
Volum: 9
Paginació: 366-386
País: Brasil
Idioma: Portugués
Tipo de documento: Artículo
Enfoque: Analítico, descriptivo
Resumen en inglés The present work seeks to broaden the debate about the mineral question in Brazil, using an interdisciplinary reading on the subject. After the recent accidents with dams in Minas Gerais and Pará, these structures and their relations with geographic space and temporal perspectives become a source of reflection. The scope of this work is to analyze the ruptures of tailings dams from the point of view of the Ecological Economy, dialonging with other areas of knowledge, in an interdisciplinary approach. This study uses an approach of a theoretical nature and a bibliographic, documentary and descriptive research as methodological procedure. As a main result, it was verified that the companies ignore the negative environmental and social impacts that their mineral exploration projects lead to the society, because they adopt short-term behavior, without long-term solutions, which reveals the need to rethinking the role of the state, in a new legal framework for mining and the participation of society
Resumen en portugués O presente trabalho busca ampliar o debate acerca da questão mineral no Brasil, se valendo de uma leitura interdisciplinar sobre o tema. Após os recentes acidentes com barragens em Minas Gerais e Pará, torna-se fonte de reflexão estas estruturas e suas relações com o espaço geográfico e perspectivas temporais. Inicia-se a pesquisa com os normativos jurídicos relativos a segurança destes empreendimentos, analisando criticamente sua estrutura, processo, função e forma. Em seguida, vale-se de pressupostos econômicos, geográficos, ecológicos e físicos, discutindo as falhas do mercado e os problemas relativos ao mainstream econômico que possui uma mania por crescimento (growthmania), desconsiderando os limites planetários. Por fim, retorna-se à questão jurídica, adicionando-se uma análise mais sociológica, valendo-se dos direitos humanos para compreender a forma como as populações são afetadas por estes empreendimentos, em diversas escalas temporais e espaciais
Disciplines Geografía,
Economía
Paraules clau: Geografía económica y regional,
Derecho económico,
Minería,
Economía ecológica,
Espacio geográfico,
Derechos humanos,
Brasil
Text complet: http://www.periodicos.unc.br/index.php/drd/article/view/2091/1160