Prevalência e caracterização da dor crônica em idosos não institucionalizados



Título del documento: Prevalência e caracterização da dor crônica em idosos não institucionalizados
Revue: Cadernos de saude publica
Base de datos: PERIÓDICA
Número de sistema: 000293810
ISSN: 0102-311X
Autores: 1
2
3
Instituciones: 1Universidade Estadual de Londrina, Centro de Ciencias da Saude, Londrina, Parana. Brasil
2Universidade de Sao Paulo, Escola de Enfermagem, Sao Paulo. Brasil
3Universidade Estadual de Londrina, Centro de Ciencias Exatas, Londrina, Parana. Brasil
Año:
Periodo: May
Volumen: 23
Número: 5
Paginación: 1151-1160
País: Brasil
Idioma: Portugués
Tipo de documento: Artículo
Enfoque: Aplicado
Resumen en inglés The purpose of this cross-sectional study was to determine the prevalence of chronic pain in elderly municipal employees (n = 451) in Londrina, Paraná State, Brazil, and to characterize the pain in relation to: location, intensity, duration of episode, periodicity, and most frequent time of day. Data were collected using home interviews. Chronic pain was defined as lasting > six months and the elderly were defined as > 60 years of age. Overall prevalence of chronic pain was 51.44%, involving mostly the back (21.73%) and lower limbs (21.5%). Back pain was described as daily (31.63%), continuous, or lasting 1-6 hours (19.39%), mild (50%), and without a specific time of day (56.12%). Pain in the lower limbs was described as daily (42.27%), of variable duration (32.99%) or continuous (22.68%), mild (53.61%), and without a specific time of day (48.45%). The study showed a high prevalence of chronic pain in the elderly, with characteristics that can interfere in their quality of life, causing unnecessary suffering
Resumen en portugués Os objetivos deste estudo foram: determinar a prevalência da dor crônica em idosos servidores municipais e caracterizar esta dor quanto ao local, intensidade, duração, freqüência do episódio e horário preferencial. Estudo transversal de base populacional realizado em área urbana de Londrina, Paraná, Brasil. A população pesquisada foi de 451 idosos servidores municipais. A coleta de dados foi realizada por entrevista domiciliar, aplicada ao idoso. Considerou-se dor crônica toda dor com duração igual ou superior a seis meses, e idoso, todo servidor com mais de sessenta anos. Constatou-se prevalência de dor crônica de 51,44%. Os locais de dores mais freqüentes foram: região dorsal (21,73%) e membros inferiores (21,5%). A dor em região dorsal foi descrita como diária (31,63%), contínua ou com duração entre 1 e 6 horas (19,39%), leve (50%) e sem horário preferencial (56,12%). Dor em membros inferiores foi descrita como diária (42,27%), com duração variável (32,99%) ou contínua (22,68%), leve (53,61%) e sem horário preferencial (48,45%). Evidenciou-se alta prevalência de dor crônica em idosos. As características da dor observadas podem interferir na qualidade de vida dessa população, impondo sofrimento desnecessário
Disciplinas: Medicina
Palabras clave: Geriatría,
Salud pública,
Dolor crónico,
Ancianos,
Estudios transversales,
Prevalencia,
Calidad de vida
Keyword: Medicine,
Geriatrics,
Public health,
Chronic pain,
Aged,
Cross-sectional studies,
Prevalence,
Quality of life
Texte intégral: Texto completo (Ver HTML)