Estado e burguesia no capitalismo neoliberal



Título del documento: Estado e burguesia no capitalismo neoliberal
Revista: Revista de sociologia e politica
Base de datos: CLASE
Número de sistema: 000319917
ISSN: 0104-4478
Autors: 1
Institucions: 1Universidade Estadual de Campinas, Departamento de Ciencia Politica, Campinas, Sao Paulo. Brasil
Any:
Període: Jun
Número: 28
Paginació: 57-73
País: Brasil
Idioma: Portugués
Tipo de documento: Artículo
Enfoque: Analítico, descriptivo
Resumen en inglés This article, fruit of ongoing research, engages in a type of analysis that has to a large extent been neglected in Brazil. Reaffirming ties to a rich tradition of Brazilian Sociology and Political Science — a tradition that came into being in the 1960s and 1970s — the author attempts to examine the interests of fractions of the Brazilian bourgeoisie that come to act as distinct segments within the national political process and the relations that these interests maintain with the politics of the State. Conflicts between these fractions of the bourgeoisie and the relations that, as bourgeois fractions in a dependent country, the former develop with imperialism and with popular classes are also examined. In an approach that is always tentative and only a beginning, the article also makes reference to the shift in the bourgeois hierarchy of power, that is, the shift that occurred within the block in power during the two presidential mandates of Luis Ignácio Lula da Silva. We offer the hypothesis that dependent Brazilian capitalism’s new position within internationalization did not impede the action and improved position of a powerful sector of the large bourgeoisie of this country within the block in power, a situation that developed over the first decade of the 2000s
Resumen en portugués O artigo é fruto de pesquisa ainda em curso e procura fazer um tipo de análise que foi, em grande medida, deixado de lado no Brasil. Reatando com uma rica tradição da Sociologia e da Ciência Política brasileiras, que se formou nos anos 1960 e 1970, o autor tenta examinar os interesses das frações da burguesia brasileira que chegam a agir como frações distintas no processo político nacional, bem como as relações desses interesses com a política de Estado. São examinados também os conflitos entre essas frações burguesas e as relações que, enquanto frações burguesas de um país dependente, elas entretêm com o imperialismo e com o campo das classes populares. Sempre em uma abordagem tentativa e inicial, o artigo faz referência também à mudança na hierarquia do poder burguês, isto é, à mudança ocorrida no interior do bloco no poder, durante os mandatos presidenciais de Luiz Inácio Lula da Silva. O artigo apresenta a hipótese segundo a qual a nova vaga de internacionalização do capitalismo dependente brasileiro não impediu que um poderoso setor da grande burguesia interna continuasse atuante e melhorasse sua posição no bloco no poder ao longo da década de 2000
Disciplines Ciencia política
Paraules clau: Gobierno,
Estado,
Burguesía,
Historia política,
Neoliberalismo,
Lula da Silva, Luiz Inacio,
Brasil
Text complet: Texto completo (Ver HTML)